Biblioteca Nacional da Dinamarca

Biblioteca Nacional da Dinamarca

Os amantes da leitura e da arquitetura encontrarão uma autêntica joia em Copenhague: o Diamante Negro. Esta sede da Biblioteca Real da Dinamarca é um dos edifícios mais impressionantes da capital.

O rei Frederico III fundou em 1648 a primeira biblioteca da Dinamarca, com o objetivo de reunir sob um mesmo teto sua coleção de obras de autores europeus. Com o passar dos anos, este recompilatório de livros foi crescendo e finalmente a biblioteca se associou com a Universidade de Copenhague. Na atualidade, a Biblioteca Real conta com mais de 30 milhões de documentos.

O Diamante Negro

O novo edifício da Biblioteca Real da Dinamarca, construído em 1999, se converteu num dos lugares mais bonitos de ver em Copenhague. Trata-se de uma autêntica obra de engenharia e design conhecida como o Diamante Negro por suas paredes de mármore escuro que refletem o mar e o céu. Uma imagem espetacular!

O Diamante Negro se encontra em Christianshavn, a poucos metros do porto, e é a maior biblioteca de toda a Escandinávia. Em seu hall principal, um quadro de 200 metros quadrados decora o teto.

O edifício é uma extensão da histórica Biblioteca Real de Copenhague, que mantém sua sede central no antigo edifício de pedra antigo.

Horário

Se segunda a sábado: das 8:00 às 21:00 (inverno)
De segunda a sábado: das 8:00 às 19:00 (verão)

Transporte

Metrô: estação Kongens Nytorv.
Ônibus: linhas 2A, 9A e 40.