Palácio de Christiansborg em Copenhague

Palácio de Christiansborg em Copenhague

O impressionante Palácio de Christiansborg foi a residência da monarquia dinamarquesa até 1974, quando esta se mudou para o Palácio de Amalienborg. Hoje em dia Christiansborg é um dos monumentos mais visitados de Copenhague e continua servindo à Coroa ocasionalmente.

Um pouco de história

As origens do Palácio de Christiansborg remontam ao século XII, quando o bispo guerreiro Absalão, fundador de Copenhague, ordenou a construção de um enorme palácio para estabelecer sua residência. A partir de então a família real dinamarquesa viveu em Christiansborg​ ao longo de séculos, até que em 1794 um terrível incêndio forçou a realiza a se mudar para o Palácio de Amalienborg.

Em 1884 um segundo incêndio destruiu grande parte de Christiansborg. Após a terceira reconstrução, os arquitetos decidiram colocar três coroas na cúspide da torre para simbolizar as diferentes reconstruções do Palácio de Christiansborg.

Hoje o Palácio de Christiansborg está a serviço do Estado. É a sede do Parlamento da Dinamarca e dos poderes judicial e executivo. Isso faz de Christiansborg o único edifício do mundo a abrigar as três potências do Estado.

O que ver no Palácio de Christiansborg

As ruínas do Palácio

Nas ruínas de Christiansborg é possível ver os restos das duas construções anteriores: o palácio de Absalão de 1167 e o palácio erguido após o incêndio de 1794. A exposição também abriga restos da antiga muralha e do fosso, permitindo que você percorra os quase nove séculos de história do Palácio de Christiansborg.

Os aposentos reais

A parte mais interessante da visita ao Palácio de Christiansborg é entrar nos aposentos reais e imaginar como era a vida da realeza a séculos atrás. Os salões do castelo estão decorados com retratos da família real da Dinamarca e cada cômodo cumpre uma função determinada.

Além do quarto do rei e da rainha, destacam-se a biblioteca real, a sala do trono, a sala de banquetes e a impressionante sala de tapeçaria. Este último cômodo pode acomodar mais de 400 convidados e é o mais impressionante do palácio, por isso a rainha Margarida II o utiliza para celebrar eventos internacionais elegantes.

Os estábulos

Os estábulos reais abrigam antigas carruagens de época que foram usadas pela família real dinamarquesa ao longo da história de Copenhague. Nos estábulos também é possível ver os cavalos da Coroa, que estão a serviço da Guarda Real.

Em meados do século XVIII os estábulos do Palácio de Christiansborg chegaram a abrigar mais de 250 cavalos.

Mirante da torre de Christiansborg

Há muitos mirantes na capital, mas subir a torre de Christiansborg é uma visita imperdível em Copenhague. Além disso, é grátis! A entrada da torre Christiansborg permaneceu em segredo por quase um século e apenas alguns membros da realeza tinham acesso à torre mais alta de Copenhague.

Hoje em dia a torre abriga várias salas que exibem esculturas e objetos históricos, um restaurante e fotografias que fazem um apanhado da história do Palácio de Christiansborg. As vistas do topo permitem que o palácio seja visto de uma perspectiva diferente e que seja possível desfrutar de uma vista panorâmica de Copenhague.

Graças às três coroas que arrematam sua cúspide, a torre Christiansborg é a mais alta de Copenhague, seguida de perto pela torre da Prefeitura.

Horário

Todos os dias das 10:00 às 17:00 horas.
De outubro a abril fecha às segundas-feiras.

Preço

Entrada geral:
Adultos: kr160 (US$25,40).
Estudantes credenciados: kr140 (US$22,20).
Menores de 18 anos: entrada gratuita.

Visita guiada pelo Palácio de Christiansborg 30